Aposentadorias especiais
do INSS: Metalúrgico.


A aposentadoria especial do Metalúrgico é um beneficio voltado aos profissionais que exercem atividades penosas, insalubres ou periculosas, com grande chance de dano à saúde.

Para conseguir adquirir o benefício na função de metalúrgico, deve o trabalhador cumprir o prazo de 25 anos de contribuição, entretanto, por ser uma atividade extremamente penosa, torna-se raro um trabalhador exercer a função por 25 anos ininterruptos, logo, o trabalhador pode fazer a somatória dos períodos em que exerceu outras funções para converter em aposentadoria comum, desde que cumpra os requisitos da aposentadoria com acréscimo do fator previdenciário.

Todavia, se o trabalhador já estiver aposentado em outro regime de aposentadoria do INSS, pode requerer a revisão do cálculo para corrigir o valor de recebimento.

Quem tem direito ao benefício?

Para que possamos entender quem se adequa a aposentadoria especial do metalúrgico, listamos algumas funções, sendo:

  1. Trabalhadores de aciarias, fundições de ferro e metais não ferrosos, laminações, forneiros, mãos de forno, reservas de forno, fundidores, soldadores, lingoteiros, tenazeiros, caçambeiros, amarradores, dobradores e desbastadores;
  2. Rebarbadores, esmerilhadores, marteleteiros de rebarbação;
  3. Operadores de tambores rotativos e outras máquinas de rebarbação;
  4. Operadores de máquinas para fabricação de tubos por centrifugação;
  5. Operadores de pontes rolantes ou de equipamentos para transporte de peças e caçambas com metal liquefeito, nos recintos de aciarias, fundições e laminações;
  6. Operadores nos fornos de recozimento ou de têmpera-recozedores, temperadores;
  7. Ferreiros, marteleiros, forjadores, estampadores, caldeireiros e prensadores;
  8. Operadores de forno de recozimento, de têmpera, de cementação, forneiros, recozedores, temperadores, cementadores;
  9. Operadores de pontes rolantes ou talha elétrica;
  10. Operadores de máquinas pneumáticas;
  11. Rebitadores com marteletes pneumáticos;
  12. Cortadores de chapa a oxiacetileno;
  13. Esmerilhadores;
  14. Soldadores (solda elétrica e a oxiacetileno);
  15. Operadores de jatos de areia com exposição direta à poeira;
  16. Pintores a pistola (com solventes hidrocarbonados e tintas tóxicas);
  17. Foguistas;
  18. Galvanizadores, niqueladores, cromadores, cobreadores, estanhadores, douradores e profissionais em trabalhos de exposição permanente nos locais.

Além disso, para que possa requerer ao benefício, o trabalhador deverá comprovar as situações danosas alegadas com o Perfil Profissiográfico Previdenciário (PPP) ou Laudo Técnico das Condições do Ambiente de Trabalho (LTCAT), além de se necessários alguns documentos individuais como: número do CPF, RG e Carteira de Trabalho.

Valores da aposentadoria;

O valor do salário benefício do trabalhador segurado será pago integralmente, sem os descontos do fator previdenciário. Vale ressaltar que quando ocorre à conversão da aposentadoria, inclui-se o fator previdenciário de desconto assim como a aposentadoria por tempo normal solicita.

Clique aqui e faça o cálculo da sua aposentadoria agora mesmo, basta inserir os registros da sua carteira de trabalho que a nossa calculadora irá apresentar o resultado.

Dúvidas sobre o seu benefício? Converse com nossos advogados especialistas no INSS sem compromisso (atendemos todo País). Contato via WhatsApp (42 99810-2866), central de atendimento (42 3521-5000) ou previdenciario@meloadvogados.com.br

*Mateus Lourenço de Souza, é membro do Núcleo Previdenciário da Melo Advogados Associados.


Dúvidas sobre o seu benefício?

Converse com nossos
advogados especialistas no INSS
sem compromisso (atendemos todo País).

FALAR VIA WHATSAPP

Ligamos para você!

Informe os seus dados que entraremos em contato.

Calculadora de
Aposentadoria


Confira se já esta na hora de você se aposentar
ou quanto tempo falta de contribuição.

Fique por dentro das mudanças na aposentadoria pelo INSS


Lei sancionada que permite empréstimo consignado para beneficiários de BPC/LOAS e Auxílio Brasil: entenda os riscos.
AUG15

Postado em: Últimas notícias

Lei sancionada que permite empréstimo consignado para beneficiários de BPC/LOAS e Auxílio Brasil: entenda os riscos.

No dia 04/08/2022, foi sancionado pelo Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, a Lei 14.431/22, a qual amplia o crédito consignado de 40% a 45% para os aposentados da previdência, também abrange tal crédito para beneficiários de Benefício de Prestação Continuada – BPC/LOAS e Programas Federais de Transferência de Renda Auxílio Brasil. Nesse sentido, é

Portaria conjunta retorna à possibilidade de concessão do auxílio por incapacidade sem realização de perícia presencial
AUG05

Postado em: Auxílio por Incapacidade

Portaria conjunta retorna à possibilidade de concessão do auxílio por incapacidade sem realização de perícia presencial

Devido a grande dificuldade encontrada pelos segurados do INSS em buscar seus direitos ao solicitar o benefício por incapacidade (antigo auxílio doença), a autarquia se manifestou na última sexta-feira (29), com a intenção sanar os problemas decorrentes das grandes filas para realizaçao das perícias médicas e não deixar os trabalhadores brasileiros desassistidos ou prejudicados.

O post Portaria conjunta retorna à possibilidade de concessão do auxílio por incapacidade sem realização de perícia presencial apareceu primeiro em Melo Advogados Associados.

Conselho da Justiça Federal Suspende o pagamento de precatórios federais que iniciaria na primeira quinzena do mês de agosto
JUL28

Postado em: Suspensão de Precatórios

Conselho da Justiça Federal Suspende o pagamento de precatórios federais que iniciaria na primeira quinzena do mês de agosto

O Conselho da Justiça Federal, em decisão do Vice-Presidente, Ministro Jorge Mussi, publicou na última quinta-feira (21/07/2022) ofício aos Tribunais Regionais Federais determinando a suspensão do pagamento dos precatórios previstos para o exercício financeiro de 2022.   A determinação para suspensão decorre de ofício enviado pelo Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil, que

Quanto tempo dura meu processo de aposentadoria?
JUL26

Postado em: Aposentadoria por tempo de contribuição

Quanto tempo dura meu processo de aposentadoria?

Essa é a maior dúvida de todos os trabalhadores que buscam a concessão do benefício previdenciário.  Após uma longa vida laboral chega o momento de requerer a sua aposentadoria, seja ela a modalidade que for, mas quanto tempo vai levar desde o momento em que deixei meus documentos no escritório de Advocacia até o dia

Contribuições em atividades concomitantes devem ser somadas no cálculo da aposentadoria – Tema 1070/STJ
JUN30

Postado em: Últimas notícias

Contribuições em atividades concomitantes devem ser somadas no cálculo da aposentadoria – Tema 1070/STJ

O intuito do tema 1070 (afetado em 2020) é de promover aos trabalhadores que contribuem concomitantemente para o Instituto Nacional do Seguro Social – (INSS), isto é, os que exercem mais de uma atividade, com a finalidade de obtenção de um benefício mais vantajoso.   Nesse sentido, a Lei 13.846/2019 alterou o aspecto de cálculo


Fale Conosco pelo WhatsApp