Alíquota de contribuição do INSS: contribuições realizadas equivocadamente implicarão diretamente na contagem de sua aposentadoria.

Precisamos sempre prestar atenção nas contribuições ao INSS, sendo
esta a parte fundamental, senão a mais importante, para que sua aposentadoria seja bem planejada e concedida.

Para isso, vale lembrar que cada alíquota é diferente da outra, uma vez
que, havendo a contribuição de forma equivocada, o período não contará para fins de tempo de contribuição.

É importante saber qual a categoria de cada segurado, para verificar se
a sua contribuição será na alíquota de 20, 11 ou 5%.

Os contribuintes de 5% sobre o salário mínimo são membros de famílias de baixa renda e microempreendedores individuais (MEI).

Já os contribuintes na alíquota de 11%, são aqueles individuais ou
facultativos, que optaram pelo plano simplificado (LC 123/2006). Outrossim, como igual aos contribuintes de 5%, por ser feita com base no salário mínimo, também não tem direito a benefícios superiores ao valor de um salário mínimo.

Por fim, os contribuintes na alíquota de 20% do salário, seja contribuinte individual ou facultativo, podem optar pela contribuição entre o valor de R$ 1.212,00 e o Teto do INSS, o qual atualmente é de R$ 7.087,22, o que, consequentemente, proporciona o direito de receber benefícios de valor mais vantajoso, superiores ao salário mínimo.

Em síntese, é importantíssimo atentar-se às contribuições, bem como
traz à tona a realização de um planejamento previdenciário, para evitar
contribuições incorretas e surpresas no momento de pleitear a concessão de sua aposentadoria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *